Finalmente o blog | Porque tudo tem um tempo certo!

finalmente-o-blog

Ando há cerca de 2 anos a cozinhar este blog. Com mais ou menos vontade, com menos ou mais certezas do que queria para ele. Primeiro veio a vontade de escrever, mas o bloqueio era muito e não conseguia desenhar nem uma palavra. Depois foram as dúvidas sobre que tópicos queria escrever, depois o drama do nome… aí o nome – é quase uma tarefa hercúlea – que me levou 1 ano a escolher e quando finalmente escolhido, acordei um dia e percebi que o que fazia mesmo sentido era torná-lo homónimo.

Antes era um blog sobre marketing, até me aperceber que não queria reduzi-lo àquilo que fazia, nem restringi-lo a uma só área. Queria que este espaço fosse mais de mim, sobre mim e as coisas que mexem comigo. Desde as expectativas altíssimas e muito receio de não ser aceite, a uma sensação de total desprendimento e ausência de pressão. Comecei a ver o blog, que no final de contas é meu, como o meu hobbie, o meu refúgio, algo para me fazer bem a mim mesma e com o tempo as dúvidas foram-se dissipando.

Demorou, mas aqui está ele, cheio de imperfeições é verdade, mas também ele é um reflexo meu, imperfeita mas com todo o amor do mundo. Talvez só agora faça sentido, acredito mesmo que tudo tem um tempo certo. E o tempo é este.

Quero deixar um agradecimento especial a algumas pessoas que, literalmente, me ajudaram a levantar isto:

  • Ao Chris, o meu maior mentor, que para além de me ensinar código também me incentivou sempre a apaixonar-me por outros contextos;
  • À Joana Clara, essa miúda tão talentosa, que fotografou as imagens lindas que vos recebem no início deste site;
  • Às #grandesbloggers e #instablessedgirls que mais admiro, por todas as partilhas e apoio;
  • À família, amigos e todos os outros (e são muitos) por todo o apoio, incentivo e conselhos que me deram.

Espero que gostem.

Margarida Pestana

Ler Outros Artigos

8 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge

Segue-me

  • Senão podes apanhar um avião para viajares, pega num livro e deixa-te levar.
.
Se és como eu e, nem sempre consegues manter uma rotina de leitura, porque não experimentas um desafio mensal?
.
Aqui ficam alguns em que podes participar:
• #umaduziadelivros da @ritadanova;
• @umlivrodebaixodaasa da @ascavalitasdovento;
• @hmbookgang da @helenaimagalhaes ;
• #thebibliophileclub da @asofiaworld • Livros à Sexta, do @armazemdeideiasilimitada 
Não há desculpas para não ler 📚
  • Dos meus 28 anos, vivi durante dois nesta rua. Não foi a minha segunda morada, antes disso ainda passei por outras paragens. No entanto, nenhuma me marcou como esta.
.
Acredito no destino, que não há coincidências e que a vida, nos espera onde fazemos falta.
.
Foi em Cascais que tive a primeira prova nacional em 2009. Foi em Cascais que embarquei numa aventura incrível, em 2012, onde cresci enquanto pessoa e como treinadora, durante os três anos que se tornaram a minha vida. E foi exatamente a Cascais que voltei, na primeira prova, depois de três anos fora da ginástica.
.
A vida é muito sábia. Faz-nos sempre voltar a casa. ❤️
  • A pensar que quando lá voltar, tenho um punhado de visitas a fazer a Barcelona de 1945.
.
🖤 Zafón, do meu coração.
  • Quem me conhece sabe que tenho um fraquinho para a palhaçada e que gosto de brincar e tentar ser cómica.
.
Nem sempre consigo (ahah) mas é algo que gosto de explorar. Bem como fazer estas brincadeiras, estes trocadilhos, por vezes inteligentes.
.
É como diz o outro: “Entendidos vão entender”!🙈😝📸
  • Aprender, treinar, treinar, melhorar.
.
Não há forma de dizer isto, nem outra maneira de o fazer. Só com treino podemos melhorar as nossas capacidades.
.
Ando a testar novas edições, novas ferramentas e a tentar trazer mais qualidade para as minhas fotografias.
.
O caminho, faz-se caminhando. 👣
.
(Deslizando:
1. Fotografia editada no Lightroom e finalizada no Photoshop; ➡️ 2. e 3. Detalhes: ➡️ 4. Arquivo RAW)
  • Às vezes andamos tão em baixo que, quando menos esperamos, cai-nos no colo mimos que só podemos agradecer com muita gratidão e aprender que a vida é mesmo assim, feita de fases.
.
No início do mês recebi um convite para dar um workshop de fotografia. Foi a primeira vez que o fiz. Podia ter tido um medo tal que me fizesse recusar, mas aceitei-o com todo o entusiasmo do mundo.
.
Foi uma experiência incrível e fiquei certa, de que quero voltar a repetí-la.
.
Andei muito caladinha em relação a isto, porque queria que desse tudo certo. E deu! 🙏🏻
.
 Hoje conto-vos tudo ao pormenor, no blog.
[link na bio]