A Primeira Sessão Fotográfica a Sério

Quem me conhece já sabe que “Margarida” e “Fotografia” são duas palavras que se conjugam regularmente na mesma frase. Mas o que não sabia eu há uns anos atrás, era que estaria um dia, em jeito de “fotógrafa a sério” em frente de alguém com esse único objetivo, captá-lo.

Podia falar-vos do que isso representa para mim e do que sinto nesse processo mas, deixarei isso para outro post. Hoje falo-vos da primeira experiência “a sério” que tive e da Joana – que ganhou um valor mais importante do que ela julga.

joana-duarte-photoshoot

A Joana

Conheci o-f-i-c-i-a-l-m-e-n-t-e a Joana, quando a convidei para me ajudar com a parte artística da ginástica. Estávamos em 2011 e eu estava a dar treinos de ginástica acrobática na Sociedade Filarmónica Agrícola Lavradiense e, com o aumento da exigência e da necessidade clara de proporcionar àquelas miúdas um trabalho de dança e expressão corporal e artística que eu não conseguia, nem tinha competência para fazer sozinha, comecei a procurar alternativas.

Não conhecia a Joana pessoalmente, mas estávamos na mesma faculdade, ela em Dança e eu em Ciências do Desporto e vivíamos as duas na margem sul, por isso já nos tínhamos certamente cruzado várias vezes por estes lados e tínhamos amigos em comum. Falei com ela e rapidamente pusemos mãos à obra.

Foi engraçado ver o quão rápido demonstrou disponibilidade e vontade em me ajudar, e consequentemente e mais importante, em ajudar as minhas ginastas a melhorarem a sua artística nas competições. Logo aí, reparei que a Joana tinha um amor enorme àquilo que fazia e queria muito envolver-se e passar pelo maior número de experiências e desafios na sua área. Foi por isso que me identifiquei tanto com ela.

Éramos duas miúdas cheias de sonhos a iniciar essa aventura de concretizá-los. Isto, depois de tantas barreiras e tantas dúvidas, de tantas portas que se tinham fechado.

Foi um trabalho muito enriquecedor para mim, beber de todas as coisas que a Joana tinha para ensinar. E tem. No final desse ano mudei de clube, terminei a faculdade e as nossas vidas seguiram o seu rumo.

Já não falava com a Joana aí há uns 4 anos quando nos voltamos a “reencontrar”, agora por causa dos blogs. Para quem não sabe a Joana tempo um blog chamado Palavra de Bailarina, que devem conhecer. Eu andava a publicitar disponibilidade para fazer sessões fotográficas – que já tinha feito à minha irmã e à Filipa, que podem ver no meu portfólio – e a Joana logo mostrou interesse em experimentar.

joana-duarte-photoshoot2

A Sessão Fotográfica

Marcámos no LX Factory, porque a ideia dela era fazer umas fotos inspiradas em Urban Art/Street Fashion, com um quê de rock and roll e muita garra à mistura, o que me calhou que nem uma luva porque há muito que queria fazer algo assim.

Foi a primeira vez em que estive frente-a-frente de forma tão formal – para mim sim?! até porque a tarde passou super rápido e estivemos sempre animadas e conversar – mas refiro-me a esta minha faceta como fotógrafa, ao facto de encarar esta experiência com muito mais profissionalismo. Queria fazer um excelente trabalho, queria sobretudo desafiar-me e fazer o resultado valer a pena.

Fotografar a Joana foi fácil. Foi fácil porque ela tem tanta noção de si e do seu corpo, fica tão à vontade e deixa-nos tão à vontade que tudo, mas tudo corre às mil maravilhas. Ela tem dentro de si esse rock and roll e quanto assim é, está tudo à vista de qualquer um é só carregar no botão e curtir a viagem. E foi uma viagem do caraças!

Só lhe posso agradecer com todo o coração, por ter confiado em mim e me ter ajudado tanto, a melhorar como fotógrafa.

Abaixo mostro-vos mais alguns registos dessa tarde e se quiserem ver outras sessões fotográficas, visitem o Portfólio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge

Segue-me

  • Conheci a Neuza, quando me convidou para falar no seu podcast @salteidosofa.

Desde então, as nossas vidas têm se cruzado várias vezes.
Desta vez, confiou em mim para capta-lá de forma genuína para a sua marca pessoal. 
O objetivo era, não só fazer umas fotografias mais formais para ilustrar o site e conteúdos, como também mostrar as suas características e personalidade.

Fiquei tão feliz com o trabalho final. O que acham?

#fotografiademarca #brandingphotography #mpestanaphoto
  • Um, dó, li, tá?
  • Muitas vezes me esqueço de ser eu.

Isto não quer dizer que esteja a fingir ser outra pessoa, de todo. Mas tenho tendência a esconder-me, a reprimir-me, na procurar da aprovação pelo outro.
Funciona um pouco como estar preso, dentro de si mesmo. Não é saudável. E dá umas saudades daquelas.

Tenho consciência que é algo que preciso trabalhar diariamente. 
Mais do que o reconhecimento do outro, devo procurá-lo dentro de mim. Tudo o resto, será bónus. 📸 ph: @anacouceiropires
  • Boa semana, que seja super produtiva.

Por aqui vai ser de muito trabalho! E por aí ? 💪🏼 Go Go Go!
  • A real justificação de: por onde é que começo?

Não! Amava, mas não é de hoje. Hoje estamos mesmo de pijama a dar corda às edições.
Vida de #bosslady também é isto, trabalhar ao domingo.

Para quem tem outras sortes, bom descanso!
  • Para quem trabalha em casa, sabe que manter uma rotina e a disciplina de sermos produtivos, pode ser um grande desafio.

Eu adoro trabalhar fora de casa, principalmente se estiver acompanhada de pessoas que estão a viver o sonho de trabalhar por conta própria. É uma forma de nos manter motivadas, de ter uma segunda opinião de fora, que tantas vezes nos ajuda a ver para além do que são as nossas fronteiras.

Ontem passei o dia a trabalhar no @wishslowcoffeehouse no Lx Factory. Achei óptimo que tenham um espaço dedicado a computadores, com tomadas elétricas e a "melhor vista para o café". Têm também ligação Wi-Fi, uma data de revistas que inspiraram e não há problema se lá ficares o dia todo. Ninguém te chateia.
.
A única coisa menos boa, é os bancos serem um bocadinho desconfortáveis e altos, mas para mim não ter muito espaço para meter as pernas é um #firstworldproblem everywhere. 🤣 Ahah a malta mais pequena, vai adorar! .
Digam-me os vossos espaços preferidos para trabalhar?
Todos os meses vou tentar experimentar um novo.