Quero Ser Fotógrafo #1 | 5 formas de impressionares os teus clientes

ser-fotografo-1-5-formas-de-impressionares-os-teus-clientes-01
by Graceless Girl (Sara)

Se há coisa que defendo é que há detalhes que fazem toda a diferença, principalmente na construção de uma imagem mais profissional de quem somos. Por isso, resolvi trazer-vos as minha dicas, aquilo que costumo fazer para ser mais profissional no meu trabalho enquanto fotógrafa e impressionar os meus potenciais clientes.

Atenção: As dicas que se seguem resultam das minhas experiências de vida, não só relacionadas com a fotografia, mas também com o universo do mercado de trabalho e da minha visão sobre ele. Algumas podem fazer sentido para ti, enquanto outras, podem não fazer sentido algum. Esta é apenas a minha sugestão, pelo que te incentivo a procurares a tua própria forma de interpretar este mundo, a encontrares a tua voz e a tua identidade.

1# Apresentação dos Orçamentos

Existem “N” formas de o fazer! Com o boom da presença nas redes sociais, cada vez mais o contacto é personalizado e feito no “um-para-um” através das direct message (instagram) ou na caixa de mensagens do facebook. É verdade que os e-mails estão a tornar-se mais impessoais em determinadas áreas de negócio, no entanto, continuo a acreditar que podem ser um veículo que nos permite mostrar, de forma mais eficaz, a nossa dedicação e empenho pelo nosso trabalho.

Desta forma, envio sempre os meus orçamentos através do e-mail, não só pela possibilidade que referi em cima, mas porque me permite ficar com o contacto da pessoa interessada – que vai dar muito jeito para quando, por exemplo, quiser fazer uma campanha de oferta de Natal (mas atenção às regras do RGPD!).

Depois é só enviar os valores, não é? – Perguntam vocês.
Podia ser, mas já que estamos aqui, porque não personalizamos a coisa e apresentamos o nosso melhor serviço?!

O que faço sempre, é criar uma apresentação, normalmente um Power Point que se transforma num PDF, onde para além dos valores, envio um excerto da minha história, das minhas motivações e da minha paixão enquanto fotógrafa.

Neste documento, envio também várias informações sobre o meu processo de trabalho: as condições de serviço, as questões da privacidade e dos direitos de autor, uma descrição dos passos a dar caso o cliente queira adquirir os serviços, os meus contactos e CLARO!, algumas das melhores fotografias que incluo no meu portfolio e que mostram as minhas capacidades.
Aquelas que nos fazem desejar ter umas iguais, sabem?

Isso tudo, compilado num documento bem bonitinho, que mostra não só cuidado e organização, mas também, que não andam aqui a brincar ao “Tiro-Umas-Fotos”.

ser-fotografo-1-5-formas-de-impressionares-os-teus-clientes-02-orcamento
Este é um exemplo de uma das apresentação de orçamento que envio aos meus clientes.

Podem fazê-lo de diversas formas: Power Point, Canva, Photoshop, como quiserem. Há imensas opções de templates na internet ou podem mesmo, criar um de raiz, à vossa imagem.

2# Conheçam as expectativas dos vossos clientes

Esta é daquelas dicas essenciais que, podem vir a fazer toda a diferença durante a sessão fotográfica e na entrega do trabalho.

Já me aconteceu algumas vezes, chegar a uma sessão, fazer as fotografias e sentir que havia qualquer coisa que faltava ou entregar um trabalho e sentir que o cliente não tinha ficado totalmente satisfeito, mesmo quando eu adorava o resultado.

Isso aconteceu porque eu e o meu cliente não estávamos alinhados, não tínhamos a mesma visão sobre a sessão, a mesma expectativa.

É importante sermos fiéis a nós próprios – é com base na nossa identidade que o potencial cliente nos escolhe – mas é também crucial, que conheçamos ao máximo as expectativas desse cliente. Que saibamos o porquê de desejar fazer uma sessão connosco, o que espera daquele momento e até algumas informações mais pessoais, como, por exemplo, os seus gostos.

Recomendo que haja um briefing pré-sessão para conhecer todas estas expectativas, mas não sendo possível fâzê-lo pessoalmente com essa pessoa, podem fazê-lo através do Skype, de um moodboard partilhado (por exemplo, no Pinterest) ou de um questionário.

ser-fotografo-1-5-formas-de-impressionares-os-teus-clientes-03-moodboard-pinterest
Exemplo de um moodboad enviado a um cliente, com algumas fotografias retiradas do Pinterest.

Uso quase sempre o Pinterest para me apoiar neste trabalho e peço ao cliente que crie um álbum onde inclua todas as fotografias que gosta e que nos servirão, posteriormente, de inspiração à sessão. Assim vou ter, pelos olhos dele, uma referência daquilo que procura no resultado. Uso também questionários (que não sejam muito grandes), que me ajudam a recolher mais dados, a conhecer melhor a pessoa com quem vou trabalhar – mais facilmente elas escrevem sobre si sem receios, do que falam – e a explorar as suas expectativas.

3# Envio das fotografias em Galeria Online

No meu caso, trabalho apenas com arquivos digitais, pelo que me interessa proporcionar a melhor experiência possível aos meus clientes, aquando o envio. Existem várias formas de fazer esse envio: Dropbox, Google Images, Google Drive, galerias online, como a Selpics, a Epics e outras.

Eu uso a Pixieset, que me permite personalizar o envio com o nome e imagem do meu cliente, dando-lhe um toque mais cuidado e elegante. Permite também fazer uma escolha e vender através da plataforma, se assim desejar. Existem imensos planos, gratuitos e pagos, com diversas condições, é só escolheres aquela que mais te faz sentido.

ser-fotografo-1-5-formas-de-impressionares-os-teus-clientes-04-pixieset
Exemplo de uma das galerias enviadas a um cliente através da plataforma digital Pixieset

4# Avaliação da Satisfação do Cliente

Esta é daquelas dicas que vale para qualquer serviço ou produto, seja relacionado com a área da fotografia ou não. Acho mesmo essencial, quer seja para uma venda ou para uma experiência, como por exemplo, um evento.

Sempre que entrego um trabalho peço aos meus clientes para preencherem um pequeno questionário de avaliação, em que quase todas as respostas de preenchimento são de uma escala de 0 a 5, onde pergunto se gostou da sessão, se foi ao encontro das suas expectativas, onde peço uma avaliação da minha prestação enquanto fotógrafa e sugestões de melhoria. Por fim, peço também que deixem um testemunho sobre a sua experiência e se concordam com a divulgação do mesmo, nos canais digitais.

Terem testemunhos que comprovam a qualidade vosso trabalho é meio caminho andando para aumentarem a vossa credibilidade e reconhecimento!

Fazer a sessão com a Margarida foi uma experiência incrível. A Margarida é atenta, dá ótimas indicações e deixa-nos super à vontade para mostrarmos o nosso melhor lado e sermos nós mesmos. A magia revela-se depois com cada um dos seus cliques certeiros, ágeis e repletos de sensibilidade. Foi um prazer e espero poder um dia repetir! – Leila Gato, 18-07-2018

5# Portfólio

Aparece em último, mas é o cartão de visita do nosso trabalho enquanto fotógrafos: o Portfolio. Existem imensas formas que criar um portfolio para os vossos potenciais clientes consultarem. Desde no Behance – que é a plataforma mais conhecida onde podes divulgar o teu trabalho, num blog/site para o efeito, no Instagram – podes acompanhar o meu perfil profissional aqui –, no Pinterest, entre outros.
Apesar de estar em três desses sítios, decidi que também queria ter uma versão física dos meus trabalhos mais recentes e, pelos quais, nutro tanto carinho. Então, após ver um anúncio da SAAL Digital, para um teste de produto, resolvi criar um album digital com algumas dessas fotografias. Confesso-vos que, foi uma alegria enorme quando o recebi nas minhas mãos. É realmente um “choque de realidade” muito gratificante quando vês o teu trabalho impresso. Andei uns três dias aos saltinhos de felicidade. Parece que a coisa se torna real, sabem?

Até o meu pai me disse, quando o viu: “É que parecem fotografias de um profissional” e, foi nessa altura que eu pensei: “Sim, já sou uma profissional”. Mesmo sabendo que estou muito longe disso, é sentir que subi mais um degrau da escada.

Foi super simples o processo de produção deste álbum, escolhi tudo como queria num software próprio para o efeito e com imensas possibilidades de templates. Até te dizem se as fotografias tem boa qualidade quando as aumentas, o que sinceramente considero essencial para um resultado bonito e com qualidade de impressão. Em uma semana chegou a casa e vinha perfeitinho, como podem ver.

O bom de ter esta versão em papel é que posso apresentá-la numa reunião com um potencial cliente ou mostrá-lo facilmente a familiares e amigos. E ficas com um registo, na tua mão, de tudo o que tens feito para te tornares melhor fotógrafo. E isso, não tem preço!

♥ | E vocês, têm dicas para partilhar comigo, para sermos mais profissionais com os nossos clientes?
Digam-me se gostaram deste tema e que outros gostariam de ver no blog?

8 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge

Segue-me

  • Tenho saudades de levantar voo. Do friozinho na barriga quando sentes aquele ímpeto em direcção ao céu.
Pertenco a todos os lugares onde nunca fui e me esperam. E a todos aqueles onde deixei um pouco de mim.

Para onde vou agora?
// postcard from Geneve, 2015.
  • Não é o #10yearschallenge mas a diferença é de apenas um ano.

Em agosto de 2010, rumei a Cabo Verde com o grupo de escuteiros em que me incluía.
Já nesta altura a máquina fotografica me acompanhava.

Comecei a tomar mais gosto e a desejar ter esta princesa, quando o Rui, meu colega de grupo, começou a levar a dele para os acampamentos e atividades. Os meus olhos brilhavam sempre que pegava na máquina fotográfica dele e desatava a disparar cliques aqui e ali. Ainda sem grande noção do que fazia, sem grande intenção, mas extremamente apaixonada.

Depois de Cabo Verde, andamos por Londres, Barcelona, Antuérpia, Bruxelas, Paris, Genebra e tantas outras cidades do País, sempre juntas.

Tenho a minha 77D há menos de um ano. Fizemos a primeira viagem até Madrid e já só sonho com novas aventuras por aí fora.
Se há coisa que gostava, era de viajar pelo mundo para o fotografar.

Também tens um sonho, daqueles incríveis? 📸 @ruipperes
  • "Gostaria de crer que isto é uma história que estou a contar. Preciso de crê-lo. Tenho de crê-lo. Aquelas que conseguem acreditar que semelhantes histórias são apenas histórias, têm melhores possibilidades.
Se é uma história que estou a contar, então posso controlar o fim. Então haverá um fim, para a história, e a vida real virá depois. Posso retomar o fio onde me interrompi."
.
📚 // ainda não cheguei a meio desta história e ja me embrulhou o estômago várias vezes.
.
Assusta-me pensar que, talvez não tenha sido há tanto tempo assim uma realidade semelhante ou que, a distância futura não me pareça tão descabida.
.
É aterrozizador pensar nisto, mas quando olho o mundo a cru vejo a loucura insana e o desrespeito constante pelo outro.
. 
É uma história perturbadora mas é também um agitador de águas. Que tenhamos a lucidez necessária para reconhecer todos os sinais!
.
➸ para janeiro em #umaduziadelivros: Crónica de Uma Serva, de Margaret Atwood
  • Mais 365 novos dias para fazermos o que nos faz feliz.

Estou a aproveitar esta semana para preparar o ano, que não consegui deixar tudo pontinho antes do final do ano. É mesmo assim, fazer e refazer. 🙈

Estou a aproveitar as dicas que a @filipammaia deixou num dos seus videos do YouTube e a construir - passito a passito 💃 - o planeamento para os próximos 6 meses. Dá tantooooo jeito, mesmo para quem não tem um negócio, é interessante pensar naquelas questões todas ⇛ Ide lá ver 🙌🏼 // Quem reparou que temos um visual diferente por aqui?
É verdade, este refresh vem acompanhar o blog que também tem cara lavada, para ver já amanhã! 🤗

Aos inícios! 🥂
#mpestanaphoto
📷 @anapestana_
#tribejldesign
  • ⟴ DIVERSÃO // Foi esta a palavra que escolhi para me acompanhar no ano de 2019.
Se o ano que passou foi muito dedicado ao trabalho e à descoberta de mim mesma neste aspecto, agora é tempo de relaxar um bocadinho e curtir.

Falta-me isso. Falta-me rir até doer a barriga, fazer coisas meio malucas e aproveitar. Não quero muito, não existem muitas resoluções a não ser, divertir-me. Curtir tudo o que vier. Equilibrar o Yin-yang e priorizar ser feliz, seja lá como for.

Que o vosso ano, seja também repleto de diverso.
💃🎉
#mpestanaphoto
#tribejldesign
  • ⟴ DIVERSÃO // Foi esta a palavra que escolhi para me acompanhar no ano de 2019.
Se o ano que passou foi muito dedicado ao trabalho e à descoberta de mim mesma neste aspecto, agora é tempo de relaxar um bocadinho e curtir.

Falta-me isso. Falta-me rir até doer a barriga, fazer coisas meio malucas e aproveitar. Não quero muito, não existem muitas resoluções a não ser, divertir-me. Curtir tudo o que vier. Equilibrar o Yin-yang e priorizar ser feliz, seja lá como for.

Que o vosso ano, seja também repleto de diverso.
💃🎉
#mpestanaphoto
#tribejldesign